Uma virtualização na vanguarda da tecnologia

Elimine a terceirização

O que a maioria dos métodos de virtualização de servidores implicam supõe a presença de um elemento interposto que serve para conectar a máquina guest e a máquina anfitriã, que se ocupa do gerenciamento dos recursos. A vantagem de um KVM Virtual Private Server origina-se do fato de que o modelo tecnológico do KVM é compilado no interior do núcleo da máquina host, isto e, não há necessidade de qualquer outro software- a máquina virtual comunica-se com o host de maneira direta. O que equivale a um nível de overhead reduzido a mínimo e um desempenho muito mais rápido.
Uma virtualização na vanguarda da tecnologia

Uma utilização de recursos muito melhor

Repartição dos servidores à sua disposição em tempo real

Com a eliminação da sobrecarga de ter uma camada de virtualização extra a qual processa o fluxo de comunicação até ao servidor central, os Servidores Privados Virtuais KVM podem se beneficiar de uma utilização muito melhorada dos recursos do servidor. Os passos de virtualização KVM são criados diretamente no kernel do sistema operacional do servidor físico, querendo dizer que o conjunto de Servidores Privados Virtuais KVM interagem com o servidor físico de forma direta. A redução da comunicação redundante aporta ao nível de prestações muito mais elevado, em comparação com outras soluções de virtualização.
Uma utilização de recursos muito melhor

Pleno controle no que se refere ao SO

Plena liberdade para instalar qualquer sistema operacional que desejar

Uma das limitações dos Servidores Privados Virtuais, em comparação com servidores reservados resulta ser o SO por si mesmo – muitas vezes você só pode fazer uma escolha entre os sistemas operacionais que o provedor tem. Por meio de um KVM VPS, no entanto, será possível implementar quase qualquer SO suportado pelo seu servidor, assim como pelo hardware do servidor mestre. Uma configuração assim pode ser real levando na conta a maneira singular em que opera o método de virtualização KVM. KVM está integrado diretamente no sistema operacional do host, que vem ajudar para se conseguir manter uma comunicação direta entre as máquinas hóspedes e o hardware, quando não se precisa mais de um outro nível de comunicação, o qual não poucas vezes é mesmo o fundamento de outras plataformas virtualizadoras.
Pleno controle no que se refere ao SO
  • Centro de Dados em EUA
  • Centro de Dados em EUA

    Steadfast, Chicago, IL